Área do Cliente

Balança comercial tem superávit de R$ 1,2 bilhão na parcial de agosto

Obrigações Tributárias

  • 03/Abril/2020 – 6ª Feira.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS

Indicadores Econômicos

Moedas - 03/04/2020 16:13:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,294
  • 5,296
  • Dólar Paralelo
  • 4,470
  • 5,320
  • Dólar Turismo
  • 5,270
  • 5,580
  • Euro
  • 5,713
  • 5,716
  • Iene
  • 0,049
  • 0,049
  • Franco
  • 5,413
  • 5,417
  • Libra
  • 6,485
  • 6,491
  • Ouro
  • 272,060
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Resultado foi registrado nas duas primeiras semanas deste mês, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

balança comercial registrou superávit de US$ 1,21 bilhão nas duas primeiras semanas de agosto, informou nesta segunda-feira o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).
Isso significa que as exportações brasileiras superaram as importações (superávit) em US$ 1,2 bilhão nesse período. Quando acontece o contrário, ou seja, as importações são maiores que as exportações, há um déficit da balança comercial.
As exportações somaram US$ 6,93 bilhões, com alta de 4,4% sobre agosto de 2016. Já as importações somaram US$ 5,71 bilhões - aumento de 13,7% na mesma comparação.
Cresceram, em agosto, as exportações de produtos básicos (+8,6%) e semimanufaturados (+7,1%), mas recuaram as vendas de manufaturados (-0,3%).
Do lado das importações, cresceram as compras de adubos e fertilizantes (+63,4%), siderúrgicos (+59,9%), combustíveis e lubrificantes (+28,7%), equipamentos eletroeletrônicos (+23,9%) e veículos automóveis e partes (+12,4%).
Parcial de 2017
No acumulado deste ano até 13 de agosto, a balança comercial registrou um saldo positivo (superávit) de US$ 43,73 bilhões.
O resultado é melhor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foi apurado um superávit de US$ 30,54 bilhões.
Entre janeiro e as duas primeiras semanas de agosto, as exportações somaram US$ 133,4 bilhões, com média diária de US$ 866 milhões (alta de 17,3% sobre o mesmo período do ano passado).
Já as importações somaram US$ 89,67 bilhões, ou US$ 582 milhões por dia útil (aumento de 7,5% em relação ao mesmo período de 2016).
Previsões para este ano
A expectativa do mercado financeiro para este ano, segundo pesquisa do Banco Central, é que o saldo positivo da balança comercial neste ano supere o de 2016.
A previsão dos analistas é de superávit de US$ 61 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior em 2017. No ano passado, o saldo positivo ficou em US$ 47,7 bilhões e bateu recorde.
Já o Banco Central prevê um superávit da balança comercial de US$ 54 bilhões para este ano, com exportações em US$ 203 bilhões e importações no valor de US$ 149 bilhões.

O Ministério do Desenvolvimento, por sua vez, estima um saldo comercial positivo acima de US$ 60 bilhões para este ano.

fonte: g1.globo

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-000
(15) 3263-1798
Filial
Rua Professor Antonio Olegario Cardoso Filho, 147, Sala 04 - Jd. Professor Benoa
Santana de Parnaiba/SP - CEP: 06.502-045
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)