Área do Cliente

Microsoft, Google, Facebook e Twitter querem criar

Obrigações Tributárias

  • 20/Fevereiro/2020
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • INSS | Previdência Social.
  • EFD - Contribuintes do IPI | Distrito Federal.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Simples Nacional.

Indicadores Econômicos

Moedas - 18/02/2020 09:18:04
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 4,343
  • 4,344
  • Dólar Paralelo
  • 4,260
  • 4,540
  • Dólar Turismo
  • 4,320
  • 4,580
  • Euro
  • 4,699
  • 4,702
  • Iene
  • 0,040
  • 0,040
  • Franco
  • 4,425
  • 4,428
  • Libra
  • 5,661
  • 5,664
  • Ouro
  • 219,400
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

A Microsoft, o Google, o Facebook e o Twitter anunciaram nesta sexta-feira (20) o "Data Transfer Project" (DTP, "projeto de transferência de dados", em português), uma iniciativa que que deve criar um sistema padronizado para a "portabilidade de dados" na internet, dando ao internauta a capacidade de migrar seus dados de um provedor de serviço a outro com facilidade. A tecnologia dispensaria a criação de um novo perfil ao trocar ou testar uma rede social, por exemplo.

Assim como a portabilidade numérica na telefonia, a portabilidade de dados na internet melhoraria a concorrência entre os provedores: seria possível migrar todas as playlists e artistas preferidos em um serviço de música para outro, migrar fotos, informações pessoais e assim por diante -- tudo com apenas alguns cliques.

Outros cenários facilitados seriam o da migração no caso de um provedor cancelar um serviço e também o backup, para que o internauta possa guardar uma cópia de suas informações em seu próprio computador. Essas funções já são possíveis em alguns casos hoje, mas cada provedor possui regras e procedimentos diferentes. Alguns serviços, no entanto, ainda seguem na direção oposta, dificultando a migração de dados.

Para tornar isso realidade, as empresas pretendem desenvolver um software que tire proveito das interfaces de programação (API, na sigla em inglês) que cada provedor de serviço expõe. Com a autorização do internauta, o programa poderia chamar essas APIs para baixar os dados.

Por enquanto, tudo ainda está em fase de desenvolvimento. Um programa foi disponibilizado, mas ele está em testes e não deve ser usado em cenários reais. Também ainda não há nenhum site compatível. O código, porém, foi liberado para que programadores interessados possam contribuir. Uma documentação também foi preparada para que outras empresas além das que já integram o DTP possam fazer parte da iniciativa.

Fonte: G1 Globo | 24/07/2018

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-000
(15) 3263-1798
Filial
Rua Professor Antonio Olegario Cardoso Filho, 147, Sala 04 - Jd. Professor Benoa
Santana de Parnaiba/SP - CEP: 06.502-045
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)