Área do Cliente

União Europeia: dados podem estar desprotegidos com a Microsoft

Obrigações Tributárias

  • 05/Agosto/2020 – 4ª Feira.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS

Indicadores Econômicos

Moedas - 04/08/2020 16:39:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,298
  • 5,300
  • Dólar Paralelo
  • 4,900
  • 5,380
  • Dólar Turismo
  • 5,270
  • 5,590
  • Euro
  • 6,250
  • 6,253
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,798
  • 5,803
  • Libra
  • 6,924
  • 6,928
  • Ouro
  • 343,110
  •  
Mensal - 03/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -
  • -
  • Ipc/Fipe
  • -
  • -
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-m/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-di/Fgv
  • 1,00
  • -
  • Selic
  • -
  • -
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,00
  • 4,00
  • TR
  • -
  • -

A Autoridade Europeia para a Proteção de Dados (AEPD) levantou preocupações a respeito da Microsoft nesta segunda-feira (21). O órgão de controle de dados da União Europeia divulgou informações que contestam a segurança dos contratos da companhia com instituições do bloco europeu, alertando para a  proteção apenas parcial dos dados, diferente do que manda a legislação.

Em abril, a AEPD iniciou uma investigação para avaliar se os contratos entre a Microsoft e instituições da UE, como a Comissão Europeia, cumpriam totalmente as exigências de proteção de dados. Em comunicado, o órgão afirma que os resultados preliminares indicam graves lacunas no cumprimento dos termos de proteção e questiona o "papel da Microsoft como processadora para instituições da UE que usam seus produtos e serviços".

A UE introduziu sua nova legislação de proteção de dados – a aclamada GDPR – em 2018. Ela é aplicável a todas as empresas que operam no bloco e foi projetada para dar às pessoas mais controle sobre suas informações pessoais, além de criar condições de concorrência mais uniformes para as empresas.

"Estamos comprometidos em ajudar nossos clientes a cumprir o GDPR, o Regulamento 2018/1725 e outras leis aplicáveis. Estamos discutindo com nossos clientes nas instituições da UE e, em breve, anunciaremos alterações contratuais que abordarão preocupações como as levantadas pela AEPD", disse um porta-voz da Microsoft.

A AEPD afirmou que existe "um escopo significativo" para a melhoria de contratos com poderosos desenvolvedores de software. A instituição afirmou que essas soluções devem ser ampliadas para todos os órgãos públicos e privados da UE e também a indivíduos.

Fonte: Olhar Digital - 21/10/2019

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-079
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)