Área do Cliente

Inteligência artificial criada por brasileiros é premiada em desafio nos EUA

Obrigações Tributárias

  • 05/Agosto/2020 – 4ª Feira.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS

Indicadores Econômicos

Moedas - 03/08/2020 17:12:33
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,312
  • 5,315
  • Dólar Paralelo
  • 4,900
  • 5,380
  • Dólar Turismo
  • 5,300
  • 5,620
  • Euro
  • 6,251
  • 6,253
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,790
  • 5,793
  • Libra
  • 6,945
  • 6,950
  • Ouro
  • 338,560
  •  
Mensal - 03/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -
  • -
  • Ipc/Fipe
  • -
  • -
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-m/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-di/Fgv
  • 1,00
  • -
  • Selic
  • -
  • -
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,00
  • 4,00
  • TR
  • -
  • -

Desafio contou com mais de 1.340 equipes de todo o mundo

Um projeto que detecta hemorragia intracraniana em tomografias, desenvolvido por cientistas brasileiros, foi premiado com a medalha de prata em desafio realizado pela Sociedade Norte-Americana de Radiologia (RSNA). O projeto foi desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo Diagnóstico por Imagem (FIDI), em parceria com a Iara Health e a NESS Health.

O desafio "Intracranial Hemorrhage Detection and Classifications Challenge" contou com participação de mais de 1.340 equipes do mundo todo.

A equipe de brasileiros, formada pelos médicos Igos Santos e Osvaldo Landi Júnior, pelo engenheiro Álesson Scapinello Selhorst e pelos cientistas de dados Daniel Souza e Bernardo Henz, desenvolveu um algoritmo de inteligência artificial para análise de imagens digitalizadas de tomografia de crânios com objetivo de detectar sangramentos intracranianos.

Igor Santos, médico radiologista e chefe de inovação da FIDI, explicou que "os desafios de machine learning são umas das principais formas de avanço do conhecimento para resolução de problemas de visão computacional. O desafio anual da RSNA fomenta a utilização desse novo tipo de tecnologia, garantindo, ainda, dados de altíssima qualidade para sua realização".

“Para a FIDI, é um imenso reconhecimento estar entre as empresas que veem as novas tecnologias como uma forma de realizar a prática médica de maneira mais eficiente, segura e de maior qualidade para os nossos pacientes”, completou Santos.

Para a realização do desafio, a RSNA disponibilizou um banco de imagens e dados que foram fundamentais para o desenvolvimento do projeto. Os dados foram oferecidos em colaboração com membros da Sociedade Americana de Neurorradiologia (ASNR) e da plataforma MD.ai.

 

Fonte: olhardigital.com.br - 04/12/2019

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-079
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)