Área do Cliente

A contabilidade para PJ é considerado um custo ou investimento?

Obrigações Tributárias

  • 14/Agosto/2020 – 6ª feira.
  • ICMS/REDF | Registro Eletrônico de Documento Fiscal (REDF).

Indicadores Econômicos

Moedas - 14/08/2020 08:14:26
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,368
  • 5,369
  • Dólar Paralelo
  • 5,050
  • 5,610
  • Dólar Turismo
  • 5,340
  • 5,670
  • Euro
  • 6,339
  • 6,340
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,896
  • 5,899
  • Libra
  • 7,033
  • 7,034
  • Ouro
  • 337,540
  •  
Mensal - 05/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -0,25
  • -0,23
  • Ipc/Fipe
  • -0,24
  • -0,30
  • Ipc/Fgv
  • -0,54
  • -0,18
  • Igp-m/Fgv
  • 0,28
  • 0,80
  • Igp-di/Fgv
  • 1,07
  • 0,05
  • Selic
  • 0,24
  • 0,28
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,94
  • 4,94
  • TR
  • -
  • -

Todo prestador de serviços, seja ele um arquiteto, advogado, dentista ou profissional de TI, precisa decidir se vai ou não contratar uma contabilidade para PJ. Afinal, esse tipo de serviço é ou não necessário?

Mais do que isso: contratar uma consultoria de contabilidade para PJ configura como um gasto ou um investimento no seu futuro profissional? Se você é prestador de serviços, com certeza conhece colegas que adotam posições distintas nessa questão: para um, trata-se de um custo desnecessário; para outro, um investimento na carreira.

E aí, qual deles está certo? Vamos descobrir a seguir!

Existe Diferença Entre Custo E Investimento?
O primeiro ponto antes de falarmos sobre a contabilidade para PJ em específico é entender a diferença entre custo e investimento, não tanto no aspecto contábil, mas na versão conceitual mesmo.

Em teoria, custos e investimentos são iguais. Ambos tratam da saída de dinheiro da empresa ou da conta do profissional prestador de serviços. No entanto, cada um deles gera consequências bem diferentes.

Um custo é um pagamento que a empresa precisa fazer para poder funcionar. Por exemplo, se você for um prestador de serviços da área de TI que trabalha em home office, deve ter custos com energia elétrica e impostos. Um dentista, por sua vez, tem outros gastos em insumos, aluguel da clínica, salário de assistente e por aí vai.

Já um investimento é um gasto da empresa que trará algum tipo de retorno, seja material, seja de imagem. Por exemplo, uma campanha de marketing é um investimento, já que traz novos clientes. Um curso de especialização também.

Contabilidade Para PJ É Um Custo Ou Investimento?
Agora que já entendemos a diferença entre custo e  investimento, chegamos a pergunta-chave deste artigo: afinal, qual deles é a contabilidade para PJ?

A resposta é que se trata de um investimento, desde que você saiba como usar esse serviço de maneira estratégica.

A contabilidade para PJ não é só um elemento que ajuda o prestador de serviços a trabalhar de maneira regularizada. Ela é, principalmente, uma maneira de aumentar os seus lucros. Como? Bem, simples! Vejamos logo abaixo.

A contabilidade ajuda a entender os custos de operação de um profissional e propor maneiras de atuar de forma mais enxuta. Por exemplo, suponha que você trabalhe com RPA. No entanto, no seu segmento e faturamento anual, pode ser mais vantajoso abrir um CNPJ e usar o Simples Nacional.

Só dá para saber isso, porém, se houver uma equipe de contabilidade fazendo o serviço de projeção de custos e cálculos para saber quanto você pagaria de tributos em cada cenário.

Não podemos ignorar, também, o fato de que contratar uma consultoria especializada em PJs significa cometer menos erros nas suas prestações de contas, ou seja: o profissional não perderá mais nenhuma data, não receberá nenhuma multa por erros e nem sairá prejudicado de nenhuma forma. Só isso já diminui muito os custos de operação.

Além disso, a contabilidade para PJs ajuda a preparar o profissional para aproveitar mais oportunidades. O caso do RPA é um bom exemplo. Por falta de conhecimento, o prestador de serviços pode estar preso no sistema de RPA sem saber que o Simples Nacional é mais vantajoso. Em uma situação contrária: pode estar no Simples, mas teria mais lucro com o RPA.

Para completar, a contabilidade de PJ ajuda a aumentar a produtividade de um prestador de serviços. Imagine um consultor de marketing, que atua ajudando agências e empresas a montar campanhas de Marketing em plataformas online.

Esse profissional tem uma agenda corrida: além de fazer o trabalho pelo qual foi contratado, ele precisa cuidar da prospecção de novos clientes e também das suas obrigações contábeis.

Por semana, o prestador de serviços gasta aproximadamente 5 horas para fazer todos os seus trabalhos contábeis, incluindo sua própria escrituração contábil, separação de impostos e planejamento financeiro.

No mês, são 20 horas de trabalho perdidas fazendo a contabilidade. No entanto, se ele contratasse uma consultoria para cuidar do assunto, poderia destinar essas 20 horas para fazer a prospecção de novos clientes ou trabalhar com os que já tem.

Na prática, o valor pago mensalmente para a contabilidade para PJ é menor do que o ganho financeiro que ele teria com essas 20 horas extras de trabalho todos os meses. Por isso, o retorno seria financeiro e aumentaria seu faturamento. 

Como pôde ver, existem muitas razões para contratar uma consultoria de contabilidade para PJ. Afinal, trata-se de um excelente investimento e não um gasto. Só poderemos considerar o serviço como um custo se ele for mal feito e se o profissional não aproveitá-lo para aumentar sua produtividade.

Por isso, o ideal é olhar as opções no mercado para contratar um serviço de contabilidade para PJ que seja especializado no assunto, econômico e que traga benefícios para a operação de um prestador de serviços.

Conteúdo original Consultoria RR | 10/01/2020.

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-079
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)