Área do Cliente

Negócios: Entenda sobre os principais tipos de planejamento orçamentário

Obrigações Tributárias

  • 14/Agosto/2020 – 6ª feira.
  • ICMS/REDF | Registro Eletrônico de Documento Fiscal (REDF).

Indicadores Econômicos

Moedas - 13/08/2020 16:32:17
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,372
  • 5,373
  • Dólar Paralelo
  • 5,050
  • 5,610
  • Dólar Turismo
  • 5,350
  • 5,670
  • Euro
  • 6,339
  • 6,343
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,898
  • 5,902
  • Libra
  • 7,010
  • 7,014
  • Ouro
  • 338,300
  •  
Mensal - 05/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -0,25
  • -0,23
  • Ipc/Fipe
  • -0,24
  • -0,30
  • Ipc/Fgv
  • -0,54
  • -0,18
  • Igp-m/Fgv
  • 0,28
  • 0,80
  • Igp-di/Fgv
  • 1,07
  • 0,05
  • Selic
  • 0,24
  • 0,28
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,94
  • 4,94
  • TR
  • -
  • -

Planejamento orçamentário, também tratado como plano orçamentário é uma ferramenta de gestão financeira fundamental para as organizações, mas precisa ser realizado com cuidado.

Todo negócio precisa ter o controle quanto às despesas, receitas, investimento de curto e longo prazo, etc. Mas não basta controlar, a empresa precisa fazer estimativas futuras.

O planejamento orçamentário começa com base no comportamento do passado, porém considerando as futuras mudanças na empresa, ajudando na quantificação, em termos econômicos e financeiros, das atividades da empresa.

Com mais de 35 anos de experiência no mercado empresarial e desde 2015 à frente da MORCONE Consultoria Empresarial, prestando, entre vários serviços, o de gestão orçamentária, trago neste artigo esclarecimentos sobre os principais tipos de planejamento orçamentário e principais indicações.

Principais tipos de planejamento orçamentário – Entenda

Vamos partir de um exemplo básico. Uma empresa deseja introduzir um novo produto em sua linha de cosméticos. O que se tem é a ideia, o projeto desse produto. A decisão sobre produzir ou não o produto dependerá da resposta a algumas questões como se há recursos disponíveis para a produção do produto e qual a estimativa de lucro. Essas respostas, o gestor encontrará no planejamento orçamentário.

Nesse planejamento estarão discriminados, item por item, o quanto gerará de custos/recursos (humanos e materiais) para a produção desse novo produto. Essa análise também terá como base o histórico de produtos anteriormente produzidos; qual a situação financeira atual do negócio (o quanto há atualmente disponível para a produção da nova linha), e claro, a empresa precisa ter uma estimativa do quanto pretende lucrar com a venda do novo produto.

O orçamento funciona como uma simulação de previsão. Para ficar mais claro, o planejamento orçamentário auxilia na prevenção de riscos, como a falta de recursos para que um projeto seja levado adiante.

Os tipos de planejamento orçamentário podem ser:

  •     Estático;
  •     Flexível;
  •     Incremental;
  •     Matricial;
  •     Contínuo (rolling forecast);
  •     Beyond budgeting;
  •     Ajustado;
  •     Base zero.
  •     Estático

O planejamento orçamentário estático, como o próprio sugere, não sofre alteração em sua execução. É elaborado para o próximo período orçamentário (normalmente são 12 meses).

A característica estática se refere ao fato desse plano ser referência no controle das operações, o que possibilita a identificação de desvios e também favorece a rápida tomada de decisões para a correção de falhas.

Esse é um modelo de planejamento orçamentário geralmente aplicado em pequenas e médias empresas com gestão centralizada.

Flexível

Nesse plano orçamentário, é possível atualizar projeções para acompanhar os valores praticados no plano real. Além disso, pode ser ajustado a qualquer momento, antes, durante e após o início do período orçamentário.

Esse é um modelo que surgiu da necessidade da realização de mudanças nas hipóteses em cenários de grandes variações de volumes entre o orçado e o real.

Incremental

Dentre os tipos de planejamento orçamentário está o incremental, em que ocorre levantamento de dados dos orçamentos de períodos anteriores, de maneira que sirvam de base para a elaboração de projeções de longo prazo. O único risco desse modelo mais ágil é que pode também ser mais superficial.

Matricial

Esse planejamento deriva de uma matriz, cuja estratégia intercala dois polos para definir o planejamento:

Entidades – que representam as subdivisões de um negócio, que funcionam como os centros de custos, unidades ou departamentos, como marketing, vendas, financeiro, etc.

Pacotes – que representam receitas, despesas, custos ou investimentos da empresa.

Inicialmente são elaborados os pacotes, que depois passam para a estruturação da relação das organizações e a definição junto aos gestores.

Contínuo (rolling forecast)

Esse é um modelo que consiste na revisão mensal, trimestral ou semestral do orçamento em um período de 12 meses. A ideia é um estudo constante das receitas e despesas para obter resultados que servirão de base para orçamentos futuros.

Beyond budgeting

Traduzido significa “além do orçamento”. Esse tipo de planejamento orçamentário surgiu com o objetivo da descentralização dos gestores, levando à introdução de uma cultura de autogerenciamento que motive a produtividade dos colaboradores.

Esse é um modelo de plano orçamentário projetado para 18 meses, geralmente aplicado em grandes empresas.

Ajustado, forescat ou revisado

Esse nada mais é do que um exercício em que os gestores identificam mudanças de mercado, estudam e aplicam as adequações que se fazem necessárias ao orçamento.

Vamos supor que um negócio teve despesas que representam o dobro do que foi planejado, sendo assim, os gastos dos meses seguintes deverão ser menores.

Base zero (OBZ)

Basicamente, a ideia desse planejamento é começar do zero, ou seja, com base no futuro do orçamento, sem levar em conta os dados passados da empresa. Bases históricas e índices de reajustes são desconsiderados, diferente dos modelos tradicionais.

Principais erros quando o assunto é planejamento orçamentário

Muitos negócios podem cometer erros no momento de elaborar o planejamento orçamentário. Selecionei alguns deles.

Passado como base

Um dos erros entre muitas empresas é utilizar os dados passados como base. O passado obviamente não pode ser desconsiderado, mas utilizado como referência e não como base. Se uma empresa está se baseando em dados de seu passado, está mais focada na sobrevivência no mercado do que em seu crescimento.

Ausência de metas claras

O plano orçamentário precisa ser realizado com objetividade e clareza. As metas precisam ser traçadas de maneira realista, ou seja, o negócio precisa definir metas que sejam alcançáveis e próximas da realidade da empresa.

Não utilizar ferramentas úteis

O registro manual é um dos principais problemas entre muitas empresas. Há muitos softwares que podem ajudar na gestão financeira, tornando os processos muito mais ágeis, poupando tempo e reduzindo a taxa de erros.

Desconsideração de alguns recursos da empresa

No momento da elaboração do plano orçamentário é preciso levar em conta todas as fontes de recursos do negócio e não apenas as prioritárias. Todos os detalhes fazem diferença, mesmo as pequenas entradas e saídas de dinheiro frequentes.

Quando se fala em gestão financeira, detalhes podem afetar uma significativa porcentagem de recursos que poderia ser utilizada para o benefício da empresa em determinado setor.

Problemas com o planejamento orçamentário

O planejamento orçamentário está ligado a um dos relatórios mais importantes para qualquer empresa, que é a projeção do fluxo de caixa, responsável pela entrada e saída de capital no futuro da empresa, fundamental para que o negócio honre com os seus compromissos junto a funcionários, fornecedores, parceiros, etc.

Quando a organização apresenta problemas com o planejamento orçamentário, procurar auxílio pode ser a solução. Na maioria dos casos, contar com o apoio e visão externa de um profissional experiente pode ajudar a identificar as falhas e colocar o negócio nos trilhos novamente.

Fonte: Jornal Contábil - 12/03/2020

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-079
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)