Área do Cliente

INSS libera valor do adiantamento da primeira parcela do 13º salário

Obrigações Tributárias

  • 14/Agosto/2020 – 6ª feira.
  • ICMS/REDF | Registro Eletrônico de Documento Fiscal (REDF).

Indicadores Econômicos

Moedas - 13/08/2020 16:32:17
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Dólar Comercial
  • 5,372
  • 5,373
  • Dólar Paralelo
  • 5,050
  • 5,610
  • Dólar Turismo
  • 5,350
  • 5,670
  • Euro
  • 6,339
  • 6,343
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,898
  • 5,902
  • Libra
  • 7,010
  • 7,014
  • Ouro
  • 338,300
  •  
Mensal - 05/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -0,25
  • -0,23
  • Ipc/Fipe
  • -0,24
  • -0,30
  • Ipc/Fgv
  • -0,54
  • -0,18
  • Igp-m/Fgv
  • 0,28
  • 0,80
  • Igp-di/Fgv
  • 1,07
  • 0,05
  • Selic
  • 0,24
  • 0,28
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,94
  • 4,94
  • TR
  • -
  • -

O valor da primeira parcela do 13º salário antecipado para aposentados e pensionistas do INSS já pode ser consultado pela internet, conforme verificou a reportagem nesta segunda-feira (20).

As consultas podem ser realizadas pelo aplicativo Meu INSS ou pelo site meu.INSS.gov.br. Após entrar na plataforma de serviços, o que exige o número do CPF e uma senha previamente cadastrada, o beneficiário deve procurar na tela principal e clicar sobre o título “Extrato de Pagamento de Benefício”.

À frente do campo que indica a competência “04/2020”, o valor que aparece é a soma do benefício mensal e da primeira parte da gratificação. Quem recebe um salário mínimo (R$ 1.045) verificará que o depósito programado é de R$ 1.568.

O abono será pago na competência de abril, cujos depósitos devem começar nesta sexta-feira (24). As datas de pagamento serão, portanto, as mesmas dos depósitos mensais de aposentadorias, pensões e auxílios.

A antecipação da gratificação –além de pagar a primeira parte em abril, o INSS vai antecipar a segunda parcela em maio– é uma medida emergencial do governo para reduzir a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Para quem já estava recebendo benefício em 2019 ou passou a ser beneficiário em janeiro de 2020, a primeira parcela do abono será equivalente à metade da renda mensal do segurado, sem descontos.

A segunda parcela, porém, poderá ser menor do que a primeira, dependendo do valor da renda mensal do beneficiário.

Para segurados com até 64 anos de idade e que têm renda mensal acima de R$ 1.903,98 haverá o desconto do Imposto de Renda.

Para quem tem a partir de 65 anos, o imposto é aplicado nos benefícios com valor mensal acima de R$ 3.807,96, pois há uma parcela extra de isenção.

Quem passou a ser beneficiário a partir de fevereiro tem um 13º salário proporcional ao número de meses em que recebeu a renda do INSS no ano passado, conforme a regra utilizada em anos anteriores.

A primeira parcela cai na conta dos segurados entre os dias 24 de abril e 8 de maio de 2020. Já a segunda parte da gratificação será depositada entre 25 de maio e 5 de junho.

Para segurados que ganham acima do piso, os depósitos da primeira e da segunda parcelas ocorrerão, respectivamente, a partir dos dias 4 de maio e 1º de junho. O dia do pagamento depende do final do benefício, sem o dígito.

Fonte: Jornal Contábil - 20/04/2020

Matriz
Rua São João, 22, Parte C - Centro
Boituva/SP - CEP: 18.550-079
(15) 3263-1798
padianiauditores@padianiauditores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb

Este site atende aos padrões exigidos pela W3C
(Validar XHTML / Validar CSS)